31 outubro, 2009

E a fantasia...


© Jussara Martins 2009

E um daqueles dias que parecem frios. Mas, no fundo é só vento, é só água caindo.
Um daqueles dias que parecem água caindo, e realmente há algo caindo. Quem sabe o mundo, quem sabe o céu esta desabando em nossas cabeças.
Quem sabe não é o vento empurrando as coisas para nossas cabeças. Em que mundo se pode ter certeza de algo? Em que mundo se tem certeza de que isso tudo existe, de que isso tudo não passa de fantasia? Quem sabe...

22 outubro, 2009

Salas e Abismos



© Jussara Martins 2009

Waltercio Caldas, artista plástico.
Entre as obras da exposição "Salas e Abismos".

18 outubro, 2009




© Jussara Martins 2009

Nas fotos:
GEL x Rio Branco

16 outubro, 2009

"Estética da Transformação..."




 

  





































© Jussara Martins 2007 

A arte toma as ruas, circula em todos ares dessa rua...Toma posse dos corpos. Se fixa em quem a enxerga. Não há mudança que não provoque reações. Mas, não há diferença que seja inaceitável. Pelo menos não deveria. Agora, "o corpo é o suporte da arte". Ir contra os padrões não é a meta principal. Mas sim, a transformação voluntária, a realização do desejo, e a posse do próprio corpo. O ser humano esta em mutação. É o choque perceptivo, do reconhecimento de si.

Este ainda é o trabalho que mais me orgulho. É resultado do meu trabalho de graduação (Estética da Transformação: O Corpo Hibridizado) em jornalismo, em 2007. Quero voltar a expor estas fotos. Quero falar mais sobre o assunto. Na verdade, acho que precisava do desapego para voltar a falar com mais propriedade...Precisava voltar a me reconhecer.
E sou assim, uma mistura de sensações, de emoções expostas em imagens, imagens e delírios instantâneos!

11 outubro, 2009


© Jussara Martins 2009
11.10.2009 - Barra do Jucu ES

Seriam só sombras. Mas ela surgiu na hora certa...Das coisas que não se antecipam!

09 outubro, 2009


© Jussara Martins 2009
03.10.2009 - Serra ES

De vez em quando dá medo de dormir e esquecer de acordar.
De vez em quando queremos perceber o quanto somos bons, o quanto devemos ser bons.
Também dá medo disso, de perder a medida de ser bom...E de ser ruim muito mais!
O que é melhor? Passar entre as grades ou arrebentar o cadeado? Se uma dessas for por ousadia, iniciativa...Bom é sonhar! Sonho que estou lá...

02 outubro, 2009


© Jussara Martins 2009
23.09.2009 - Paraty RJ

“Inequivocadamente, os estranhos são fornecedores de prazeres. Sua presença é uma interrupção do tédio. Deve-se agradecer a Deus que eles estejam aqui..."
Ninguém melhor do que Zigmunt Bauman para explicar esse momento.